»   Home   |   »   Artigos   |   »   Articles   |   »   Entrevistas   |   »   Interviews   |   »   Back to Wonderland



McFly fala sobre visitar os USA, nova música e One Direction
Fonte: Billboard
Publicação: 18/04/2011
Link: Billboard
Tradução por: Cine

Enquanto a banda britânica de pop-rock McFly colocou 17 singles no top 10 das paradas britânicas e seis álbuns no top 20 desde que surgiram em 2004, a maioria dos americanos ainda não está ciente desses quatro atrevidos amigos.

Mas isso pode mudar em setembro - quando a banda tem planos experimentais de vir para os Estados Unidos para fazer alguns shows.

"Nós só queremos ir e fazer pequenos shows para os fãs que sabem quem somos," diz o vocalista e guitarrista do McFly, Tom Fletcher. "Nós estamos esperando para fazer isso por anos e anos e anos e anos. Mas nós simplesmente nunca tivemos a oportunidade, ou alguma coisa sempre surgia."

"Nós temos alguns fãs na América que tem sido nossos fãs por uns oito ou nove anos - desde o começo - que eles até já voaram para o Reino Unido para nos ver. É incrível como eles podem ser tão dedicados. Então eu acho que nós devemos isso para eles."

McFly já esteve no radar dos Estados Unidos - eles nunca fizeram uma turnê aqui e apenas lançaram de verdade um álbum em 2006, "Just My Luck". Foi uma compilação de músicas já lançadas, e em parceria com o filme de mesmo nome da Lindsay Lohan, no qual o McFly fez uma aparição.

A Billboard recentemente conversou com Fletcher em seu ônibus de turnê, enquanto estava a caminho de um show no Preston Guild Hall em Preston, na Inglaterra. Naquele momento, a banda estava no meio da turnê Keep Calm and Play Louder, que termina no próximo dia 21 de abril no O2 Apollo em Manchester. O grupo irá tocar em alguns festivais durante o verão, antes de arrumarem as malas para os Estados Unidos.

"Fazer turnê para nós é de longe a melhor parte do trabalho - nós absolutamente amamos fazer turnê," diz Fletcher. "E essa é boa por que... nós não estamos promovendo nenhum álbum no momento. Então o setlist é uma verdadeira mistura. Nós estamos tocando três músicas novas - que estarão no próximo álbum - e então algumas bem velhas que nós não tocamos há anos."

Falando do tal "novo álbum", o McFly está planejando começar a gravá-lo - o sexto álbum de estúdio da banda - em junho, mas o seu lançamento irá depender "em como nós vamos fazer turnê e algumas coisas internacionais," diz Fletcher.

O próximo álbum será o sucessor do "Above The Noise", lançado em 2010, e que teve o single que passou mais semanas nas paradas do Reino Unido. "Shine a Light" (com a participação de Taio Cruz) ficou 16 semanas na contagem, chegando até a 8ª colocação.

"Above The Noise" foi lançado em um negócio de risco, em uma parceria de 50/50 com a Island Records no Reino Unido, através da Universal Music. Os meninos do McFly são "agentes livres novamente", diz Fletcher, mas estão "em negociações" sobre se irão voltar a se reunir com a Island para o próximo álbum. Eles também estão atualmente sem gravadora nos Estados Unidos, algo que pode ser revertido após seus shows mais tarde esse ano.

Fazendo as coisas sozinhos
Ao contrário de "Above The Noise", que foi produzido e co-escrito com o produtor de R&B/pop Dallas Austin, o próximo álbum vai ser o primeiro álbum totalmente produzido por eles mesmos - algo que Fletcher está muito interessado.

"Será o primeiro álbum onde 100% será exatamente como queremos que seja," diz ele. "Não parece como uma mudança de direção como o último álbum. Não parece como uma mudança consciente. Apenas parece como uma progressão muito natural. Ele parece como achamos que devemos estar fazendo."

Fletcher diz que "Above The Noise" foi "uma grande mudança para nós" e "uma grande experiência". Ele explica, "eu acho que apenas parecia que naquele momento seria uma coisa boa para gente progredir de alguma maneira e tentar fazer algo novo. É importante que o álbum soe como novo para a banda também e que ele continue sendo animador."

Entre as novas músicas que estarão no próximo álbum está "Red", que a banda vem tocando na estrada durante essa primavera. A música tem tido boas visitações dos fãs no Youtube, o que não é algo perdido para Fletcher.

"Eu estou surpreso que os fãs se apegaram nessa música, sério, porque é muito diferente das nossas músicas mais comuns," ele diz. "E realmente não tem um refrão super bacana e pegajoso. É uma música meio que progressiva para gente."


A conexão com o One Direction
Certamente, o recente sucesso nos Estados Unidos de seus colegas britânicos The Wanted e One Direction chamou a atenção sobre outras bandas britânicas que podem estar logo depois do oceano. Fletcher mesmo é um fã de One Direction, e escreveu a música "I Want" para o álbum de estreia do grupo, "Up All Night".

"Quando eu estava no estúdio com eles, eu falava tipo 'Pessoas, vocês não entendem, vocês vão ter muito sucesso,'" diz Fletcher. "Eles são caras incrivelmente talentosos, e também estupidamente bonitos, é claro. Jovens. Eles têm tudo. Eles têm o pacote completo. Mas nenhum deles se deu conta disso. Eles todos são muito humildes e com os pés no chão. É um lembrete para mim de exatamente como nós estamos quando começamos."

Quando McFly estourou em 2004, os quatro meninos - o outro vocalista e guitarrista Danny Jones, o baterista Harry Judd e o baixista Dougie Poynter - estavam na adolescência e se encontraram no meio de uma decididamente base de fãs jovem e feminina. Não muito longe das que hoje cortejam o One Direction.

Desde então, o McFly cresceu e seus fãs se tornaram mais diversificados. Recentemente, a banda expandiu seu apelo a uma audiência maior (e mais velha), graças à metade dos membros que apareceram em competições de reality show na TV. Mais precisamente, Judd ganhou a última edição do "Strictly Come Dancing" (a versão original do "Dancing With The Stars"), enquanto em dezembro, Poynter foi coroado o vencedor do famoso programa de pessoas na selva, "I'm a Celebrity... Get Me Out of Here!"

McFly - a autobiografia
Além disso, está programado para esse ano o primeiro livro do McFly - uma autobiografia.

"Nós somos uma banda por quase nove antes nesse verão, então nós temos algumas histórias para contar," diz Fletcher. "Só parece que nós estamos em um estado bacana na nossa carreira e nas nossas vidas. Nosso público agora está velho o suficiente para escutar algumas das histórias mais picantes."

Fletcher diz sem rodeios: "Garotos em uma banda fazem exatamente o que você acha que garotos em uma banda fazem. Mesmo que você não seja um fã de McFly, eu acho que é uma visão bem interessante do que acontece em uma banda quando você está entre seus 15 e 25 anos, por dez anos."

McFly quase lançou um livro no início de suas carreiras, mas "riscamos isso porque nós o odiamos demais." Fletcher o dispensou o chamando de "um livro de fotos com algumas poucas histórias."

"Eu acho que essa autobiografia será um conto bem honesto do que nós experimentamos ao longo dos últimos nove anos."

Super City e além
No dia 1 de outubro de 2010, o McFly lançou seu site oficial e elevou o seu fã clube, Super City. Os membros pagam uma taxa para receber acesso a um rico conteúdo exclusivo (vídeos e outras coisas) através do McFly.com. A banda até mesmo distribuiu o até então novo álbum "Above The Noise" como download para os membros no dia 1º de novembro, duas semanas antes de ele ser lançado fisicamente.

Após alguns problemas iniciais (o site foi visitado por tantas pessoas em sua estreia que foi forçado a ser fechado por duas semanas, o serviço agora funciona normalmente.

"Nossa filosofia com esse site foi dar um acesso completo a nós. E eu ainda acho que nós não atingimos isso por completo," diz Fletcher. "Eu ainda acho que um dia isso será possível - para os fãs nos verem enquanto escrevemos músicas e escutarem elas antes de serem lançadas e nos assistirem enquanto gravamos e até quem sabe darem suas opiniões. Essa foi a ideia total - os fãs deveriam poder ter algum tipo de interatividade no tipo de vida da banda."

Talvez os membros possam ser convidados para visitarem o estúdio quando o McFly começar a gravar o próximo álbum?

Fletcher: "Bem, com certeza. Depende de onde estejamos gravando. Talvez a gente grave nos Estados Unidos!"
Content Management Powered by UTF-8 CuteNews