McFLY na América?

O site da BBC America fez uma matéria sobre o sucesso da banda apontando se eles podem se dar bem também na América. Leia a tradução feita pela nossa equipe abaixo:

A banda britânica McFly pode se dar bem na América?

 

McFly tem sido um enorme sucesso comercial em seu país de origem britânica, mas as vendas de discos não se traduziram em relação à indústria. Sim, eles soam um pouco emo, e sim, eles gostam de mostrar o quanto eles gastam tempo nos shows. (Hey, negociar não parece ferir as Girls Aloud com os críticos, e elas nem sequer escrevem suas próprias músicas). Mas eles também são músicos e compositores especializados. Confira algumas de suas músicas, que estão entre as músicas pop mais melódicas e ambiciosas a sair do Reino Unido nos últimos cinco anos ou algo assim:


 

 

Talvez eles tenham mais sorte ganhando alguma credibilidade aqui nos EUA. No entanto, a sua primeira tentativa de conquistar a América – fornecendo a trilha sonora de 2006 do filme da Lindsay Lohan, Sorte No Amor – foi, como a maioria das coisas que envolvem a LiLo, infeliz. Mas eles estão determinados a conquistar as colônias, e eles contrataram o produtor americano Dallas Austin para ajudar a elaborar o seu próximo álbum, Above the Noise. O guitarrista Tom Fletcher disse ao The Sun: “Eu acho que as pessoas agora percebem que temos uma incrível base dos fãs ao redor do mundo que se acumularam ao longo dos últimos sete anos, através da internet e dessas coisas. Assim, em nossas mentes, nós sabíamos que este álbum iria liberar todo o mundo – e ir fazer uma turnê por lá.”

ATUALIZADO: Veja o vídeo de “Party Girl”, o primeiro single do novo álbum do McFly:

 

Então, o que você acha? Os americanos vão adotar o McFly?

“Wishin’ I could be in California…”

26 anos, formada em Design Digital, cursando MBA em Gerenciamento de Projetos e trabalhando como Analista de Projetos em uma multinacional. Tem enorme paixão por música, livros, futebol e viajar ♡

2 thoughts on “McFLY na América?

  1. É tão típico de quem não conhece o som de uma banda, simplesmente rotulá-la de emo…rídiculo. Sinceramente, acho os americanos superficiais demais para entenderem McFLY e eles não devem se esforçar tanto para conquistar um público que não se apaixonou à 1º ouvida por All About You.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *