Tradução da entrevista do McFLY para o Digital Spy

No início dessa semana o McFLY concedeu uma entrevista ao Digital Spy falando sobre o novo single, álbum e os 10 anos de banda. Leia a tradução na íntegra abaixo:

Entrevista com o McFly: ‘Nosso musical teria viajantes do tempo pelados!’

mcflyds

Já faz 10 anos desde que o McFly estourou no cenário musical por se apaixonarem por uma menina com cinco cores no cabelo.

Enquanto o recente anúncio sobre McBusted celebrará as glórias do passado com o Busted em 2014, o quarteto também tem planos para um novo álbum que fará com que eles deem um passo adiante na próxima década.

Digital Spy contatou o McFly para falar sobre o novo single, e também demos uma sugestão para um potencial musical baseado nas músicas deles. Naturalmente, a conversa se tornou sobre viagem no tempo e nudez…

Parabéns pelo novo single ‘Love Is On The Radio’. Como foi a resposta sobre ele?
Danny: “Sim, tem sido muito boa.”
Tom: “Tem sido bem positiva.”
Dougie: “Tem sido difícil sair por aí.”
Tom: “A reação dos fãs foi brilhante, que é o que conta.”

10 anos agora, vocês ainda ficam nervosos durante os lançamentos de novos singles?
Tom: “Na verdade eu não sei. Eu não fico nervoso, mas você nunca tem ideia de como será.”
Dougie: “A melhor parte é criar e colocar tudo junto. A pior parte é lançar para o mundo. Na grande piscina de opiniões. Você fica muito protetor disso. Eles são como nossos filhos.”

Vocês conseguem ver o desempenho nas paradas do iTunes. É algo que vocês ficam olhando quando lançam um single?
Tom: “É difícil não olhar, mesmo se você tentar. É difícil não ficar sabendo.”

O novo álbum sairá ano que vem…
Tom: “Fevereiro.”

‘Love Is On The Radio’ é uma boa indicação do que podemos esperar?
Tom: “Eu acho que sim. É o caminho mais extremo de como o álbum é. É bem natural e orgânico. Tem vários estilos diferentes de música no álbum que se juntaram na produção. Não é um álbum de heavy rock. É um álbum pop, mas tocado por nós como uma banda.”

Se fosse para comparar com um de seus álbuns anteriores, qual seria?
Danny: “Eu diria que o primeiro.”
Harry: “Eu diria Wonderland. ”
Tom: “Sério?”
Harry: “Sim.”
Danny: “Em termos de como é tocado e etc, então sim.”
Tom: “As canções, pelo menos, são muito mais animadas e positivas.”
Danny: “Nesse álbum você consegue ouvir como foi divertido fazê-lo, eu acho.”

Tem alguma faixa em particular que vocês estão animados para os fãs ouvirem?
Tom: “A música que potencialmente será nosso próximo single é possivelmente nossa melhor música de todas.”
Dougie: “É uma das Titãs*.”
Tom: “Eu acho que será nosso álbum melhor escrito. Será bem difícil escolher quais serão os singles.”
Harry: “As favoritas dos fãs nunca são singles, então será bem difícil.”

‘Love Is On The Radio’ tem uma vibe country e vocês esgotaram vários shows nos Estados Unidos no ano passado – é uma indicação que a América está no radar para vocês?
Harry: “Sim, mas nós precisamos de um caminho. Nós precisamos nos dedicar. É uma coisa assustadora porque somos uma banda independente. Ir para a América é um grande investimento financeiro.”
Tom: “Eu não conheço nenhuma banda que esteja na nossa posição. Estar no nosso nível de sucesso sendo uma banda pública, mas nós somos uma banda sem contrato. Nós não temos o apoio de uma gravadora ou uma grande companhia. É tudo completamente da nossa responsabilidade, então é um pouco incomum.”

Então quais os prós e contras em estar na situação de vocês?
Tom: “Os prós são que podemos fazer o que quisermos. Musicalmente é incrível. Nós não temos prazos, nós podemos decidir as coisas, nós podemos decidir sair em turnê quando quisermos e trabalhar com quem quisermos. Os contras são mais no lado de negócios. Mas eles obviamente tem um grande impacto nas coisas que importam.”

Deve ser frustrante quando vocês tem fãs pelo mundo todo reclamando que vocês ainda não foram para os países dele.
Tom: “Sim, definitivamente.”
Harry: “É muito difícil porque são muitos. Eu gostaria que fôssemos, mas não é tão simples. Se nós fôssemos para todos os países no mundo, nós eventualmente ficaríamos sem dinheiro e iríamos falir, então nós não poderíamos mais ser uma banda. E isso seria ruim!”

Uma das nossas partes favoritas do show de 10 anos foi ‘McFly The Musical’. Alguém já chamou vocês para um show no West End**?
Tom: “Não, foi só uma única vez. Mas eu gostei, foi divertido.”

Isso seria algo que vocês gostariam de fazer mais pra frente?
Tom: “Eu amaria. Teatro musical faz parte da minha vida e educação. Eu só não tenho tempo. Eu amaria entrar em uma peça e atuar, mas eu não tenho tempo para isso.”
Harry: “Seria bom entrar em uma peça por algumas semanas, não seria?”
Tom: “Alguns meses seria bom, assim você poderia se estabelecer.”

Harry: “Se você pudesse fazer parte de algo no West End, quem você seria?”
Tom: “Agora? Nos meus 20 anos? Provavelmente Marius [do Les Miserable] por causa da época. Eu provavelmente sou muito velho para fazer o Marius, na verdade.”
Danny: “Sério?”
Tom: “Eu estou próximo dos 30.”
Danny: “Você parece ter 14, Tom.”
Tom: “Sim, mas eles contratam entre 17 e 18 anos.”
Harry: “Eu garanto que você poderia fazer o Marius. Você consegue passar por 19 anos.”

Que tipo de história de West End vocês acham que as músicas do McFLY poderia inspirar?
Tom: “Nós escolheríamos o melhor.”
Dougie: “Algo completamente aleatório.”

Talvez seria no cenário do espaço?
Dougie: “Viagem no tempo! Muita nudez! Não tem uma peça de nudez que todo mundo ficou sem ingresso?”
Harry: “Equus, não é? Daniel Radcliffe ficou nu. Ele estava nu na parte da frente.”
Tom: “Ele depilou seus pelos pubianos?”

Infelizmente nós não pudemos assistir.
Harry: “Eles não tiraram uma foto, né?”
Dougie: “Tem uma foto. Tem um monte de fotos.”
Harry: “Ele é bem dotado, não é?”
Dougie: “Sim, sim. Hm, era.”
Harry: “Ele era?!”
Dougie: “Quis dizer, ele é.”

Não é a trama que ele faz sexo com um cavalo?
Tom: “Eu vou dizer que sim.”
Dougie: “Então, nosso musical seria uma mistura disso com viagem no tempo. Viajantes do tempo nus.”
Tom: “Que saem por aí f**dendo cavalos.”
Dougie: “É assim que eles viajam pelo tempo!”
Tom: “É por isso que ninguém fez isso ainda e se fizeram, você não consegue encontrá-los!”

*Tão grande quanto os Titãs.
**O West End é uma área na região central de Londres, Inglaterra, que contém muitas das principais atrações turísticas da cidade, bem como diversas sedes de empresas e os célebres teatros do West End.

“I wanna run my hands through your hair…”

26 anos, formada em Design Digital, cursando MBA em Gerenciamento de Projetos e trabalhando como Analista de Projetos em uma multinacional. Tem enorme paixão por música, livros, futebol e viajar ♡

One thought on “Tradução da entrevista do McFLY para o Digital Spy

  1. O que eles querem com cavalos e nudez?
    até parece que eles são gays! Parace que eles tinham vontade de ver aqueles homens pelados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *